Adoção Brasil | Gerando amor

Entrega de bebês para adoção – voluntária e legal

Muito se fala sobre pretendentes à adoção, crianças a espera de adoção, tempo de espera, números discrepantes entre crianças disponíveis e pretendentes interessados. Entretanto, existe outro lado da adoção: o lado das famílias biológicas, mais precisamente, da genitora que deu a luz a essa criança.

Quero trazer aqui uma situação que leva à adoção, mas que não é tão conhecida ou entendida pelas pessoas: a entrega voluntária de bebês.

O Estatuto da Criança e do Adolescente, em seu artigo 13, garante o direito da gestante manifestar o desejo de entregar o/a filho/a para adoção, e, desta forma, ser atendida pelas Varas da Infância e Juventude do país, sem constrangimento, tendo seu desejo respeitado.

Isso significa que não é ilegal!

Apesar da legalidade da ação, socialmente, pouco se fala sobre “Entrega Voluntária à Adoção”. Como agravante, muitas falas são carregadas de preconceito, julgamentos e falta de compreensão para com a mulher que fez essa escolha.

Em razão desta dificuldade em se falar do assunto, muitas mulheres não sabem que existe essa possibilidade e pouco se discute a respeito nas grandes mídias.

Algumas mulheres, quando procuram saber a respeito nas unidades de saúde, nos conselhos tutelares ou nos serviços da política de assistência social, muitas vezes encontram profissionais despreparados para lidar com o assunto. Em algumas situações são julgadas por sua escolha e induzidas a ficar com a criança.

A maternidade é colocada para a mulher como algo mágico, lindo e sua maior forma de realização. Nesse contexto, ao se deparar com uma mulher que deseja abrir mão do exercício da maternidade, as reações costumam ser de estranhamento e incompreensão.

Sem entrar na discussão sobre papel social da mulher, maternidade e escolhas individuais, vamos nos ater a alguns motivos que fazem mulheres entregarem suas crianças à adoção:

  • Gravidez indesejada: não apenas por falta de métodos contraceptivos, mas também por falhas nesses métodos;
  • Falta de condições financeiras e/ou emocionais para exercer a maternidade;
  • Falta de apoio do genitor da criança e da própria família;
  • Gravidez decorrente de violência sexual *¹

Coloco situações generalizadas, que são apontadas por muitas mulheres que realizam a entrega à adoção, todavia, não podemos determinar com exatidão os motivos que levam a essa escolha. Cada mulher tem sua história pessoal, com suas dificuldades e desejos, e suas escolhas resultam de tudo isso.

O que se pode apontar como situações vivenciadas por mulheres que decidem entregar os filhos à adoção são:

  • Dúvidas em relação a seus sentimentos;
  • Medo de serem julgadas;
  • Vergonha em admitir esse desejo;
  • Tristeza por se separar da criança (o que leva muitas a não querer ver a criança no momento do parto)
  • Desejo de que essa entrega signifique possibilidade de “vida melhor” para a criança;
  • Em alguns casos, há convicção de que fez o melhor, para a sua vida e para a vida da criança,
  • Em algumas experiências, ficam dúvidas e sentimentos confusos que serão carregados sempre em seu íntimo.

Tudo isso, nos leva a refletir que essa entrega não é simples. A mulher que decide por isso passa por momentos difíceis e merece ser acolhida e compreendida.

Vivemos em uma sociedade na qual homens abandonam seus filhos a todo instante, seja após se divorciar da mãe das crianças, seja se recusando a reconhecer a paternidade, chegando até mesmo, a se afastar, a ponto da criança crescer sem ter nenhuma notícia de seu genitor, nem mesmo saber como encontrá-lo. E essa situação não é criticada em larga escala, não se aponta o dedo para esses homens, nem se fala sobre sua falta de humanidade em ter coragem de abandonar o/a filho/a.

Mas, quando uma mulher afirma querer entregar o/a filho/a à adoção, esta sofre inúmeros preconceitos e julgamentos. Muitas vezes não efetiva essa entrega, por falta de conhecimento de seu direito, e acaba criando uma criança que não é amada da maneira que merecia, e ela própria, não se realiza na vida como merecia, pois exerceu uma maternidade indesejada.

O que pretendo com esse texto é que consigamos refletir melhor sobre o direito a escolha de cada um, que paremos de tentar entender o sentimento do outro a partir dos nossos, pois cada um tem sua história e suas razões para chegar onde chegou.

Voltando aos primeiros parágrafos: a entrega voluntária de bebês à adoção não é ilegal! Não é crime!

O abandono sim, os maus tratos, a negligência.

Vamos abrir nossas cabeças e corações para o desconhecido, vamos respeitar, ainda que não entendamos os porquês, e contribuir para que esse direito, que toda gestante tem, seja mais divulgado.

Vamos falar sobre isso até que deixe de ser um tabu!

Vamos acolher as mulheres que decidem abrir mão dos filhos que estão gerando e dizer: “Você não está fazendo nada errado, a justiça encontrará uma família que deseja essa criança e ela será muito amada!”.

E reforçando: a entrega legal NÃO é feita diretamente para a família que deseja adotar a criança, abandonando a criança no hospital, tampouco em qualquer outro lugar público. Essas ações são crimes e os envolvidos serão responsabilizados criminalmente.

Toda mulher que deseja entregar seu bebê para adoção deve procurar a Vara da Infância e Juventude de seu município, essa é única forma segura e legal de realizar essa entrega.


Fernanda Massatelli Rodrigues
Psicóloga. Trabalhadora da assistência social. Mãe por adoção, por opção.
CRP: 06/89326

Livro Te amo até a lua desmistifica a adoção de crianças no Brasil

Existem no Brasil 6.593 crianças e adolescentes disponíveis para adoção e 35.864 pretendentes a elas. Também existe o mito de que a responsabilidade pela demora na conclusão das adoções é desses pretendentes, que, em sua maioria, querem bebês do sexo feminino e da cor branca.

Um estudo feito pela jornalista Ana Davini durante os últimos cinco anos e que resultou no livro “Te amo até a lua”, lançado no dia 14 de junho de 2016 pela Editora Magu, indica que esta crença é falsa.

Dados atuais do Conselho Nacional de Justiça apontam que 62% dos interessados são indiferentes ao sexo do futuro filho e 42% aceitam crianças de todas as raças. Se considerarmos somente as de cor parda, a principal entre as crianças em abrigos (48% do total), o número de interessados sobe para 75%.

O gargalo também não é idade. Há apenas centenas de crianças de cada idade até 7 anos para milhares de pretendentes. A situação complica um pouco para crianças entre 8 e 10 anos, e só fica terrível para aquelas a partir dos 11 anos, quando existem 3.954 para apenas 485 candidatos a pais.

Nem mesmo doenças graves, físicas ou mentais, acabam com as chances de adoção. Há 1.697 crianças nesta condição e 14.156 pretendentes dispostos a enfrentar o problema.

Diante deste cenário, o livro tenta explicar as razões para a morosidade dos processos de adoção e para tantas crianças crescerem em abrigos, muitas delas sem jamais ter uma família. Também aborda temas como procedimentos de reprodução humana, endometriose, crack, adoção ilegal, barriga de aluguel e tráfico de bebês. Para completar, inova ao fazer uma investigação sobre a adoção internacional de crianças estrangeiras por pretendentes brasileiros. Tudo o que se sabia até então era sobre o contrário, a adoção de crianças brasileiras por pretendentes estrangeiros.

O último capítulo mostra a saga da autora e de seu marido até a chegada da filha, na época com 1 ano e 1 mês de vida, após aproximadamente oito anos de tentativas, esperanças e frustrações, o que os tornou quase experts no assunto “paternidade alternativa”.

O livro custa R$ 34,90 e está à venda nas unidades da Livraria da Vila, Livraria Cultura e Livraria Martins Fontes em todo o Brasil e também através do botão abaixo:

Mais informações podem ser obtidas em https://www.facebook.com/teamoatealua/.

Pingente Símbolo Adoção

Neste símbolo, o triângulo representa os três lados de uma adoção: a família de nascimento, a família adotiva e a criança. O coração representa o amor.

Em uma linda parceria com o estúdio SeuTalismã que é referência no segmento de joalheria artesanal, o símbolo da adoção foi transformado em pingente!

As irmãs, Carolina e Isabel Espinoza tiveram o cuidado e a preocupação de que tudo fosse feito por elas mesmas. Tudo mesmo! Desde a criação do pingente até a confecção de embalagens.

Todas as peças são exclusivas e confeccionadas artesanalmente, uma a uma, pela designer Isabel Espinoza. As peças são produzidas em prata 950 e banhadas a ródio (para não escurecer).


Grupos de apoio à adoção do estado de São Paulo

O que é um Grupo de Apoio à Adoção (GAA) (Fonte: Angaad)

Os Grupos de Apoio à Adoção são formados, na maioria das vezes, por iniciativas de pais adotivos que trabalham, voluntariamente, para a divulgação da Nova Cultura de Adoção, prevenir o abandono, preparar adotantes e acompanhar pais adotivos no pós adoção, auxiliar na reintegração familiar, conscientizar a sociedade sobre a legitimidade da família adotiva e, principalmente, auxiliar na busca ativa de famílias para a adoção de crianças fora do perfil comumente desejado pelos adotantes (crianças de mais idade, com necessidades especiais ou inter-raciais).


Se você conhece algum grupo que não está na lista, nos envie uma mensagem para o WhatsApp (11) 96479-4705. Contamos com sua colaboração 🙂
whatsapp


Segue lista com os grupos de apoio à adoção do estado de São Paulo (Fonte: AGAAESP).

AMERICANA
Programa ABRACAR – Grupo de Apoio à Adoção
Rua 7 de Setembro, 25 – Centro
CEP: 13465-320 Americana /SP
Tel.: (19) 3461 4050 / (19) 99183 3304 / (19) 99684 1012
Contato: Roseli, Cristiane e Neide
E-mail: convivencia@coasseje.com.br
Site: www.coasseje.com.br


ANDRADINA
ABRACE – Grupo de Apoio à Adoção de Andradina
Rua Evandro B, Calvoso, 536 – Rotary Clube Urubupungá
Tel. (18) 99757 – 1151/ 99792-0252
Contato: Luciana e Regiane
E-mail: lu.fontes89@hotmail.com


ARARAS
Grupo de Apoio à Adoção de Araras – ACOLHE
Rua Arlindo Cressoni, s/n° – Jd. Bosque de Versalhes
CEP: 13609-370 – Araras /SP
Tel.: (19) 3541-0115 / (19) 99729-5386 / (19) 3541-5958
Contatos: Frank Mellone e Marcia Mellone
E-mail: f_mellone@yahoo.com.br


ATIBAIA
Grupo de Apoio à Adoção Ninhal – Consciência Solidária
Rua Pedro Cunha, 88 – Vila Santista
CEP 12941-020 – Atibaia /SP
Tel.: (11)99999-9377 / 97594-0403 / 7594-0403
Contato: Silvana
E-mail: contato@ConscienciaSolidaria.org.br
Site:www.conscienciasolidaria.org.br


BAURU
Associação Regional Flor de Liz – Grupo de Apoio à Adoção
Rua Paes Leme, nº 640 – Bairro Higienópolis
CEP: 17013-680 – Bauru /SP
Tel.: (14) 3208 0178
Contatos: Marcia Trípodi (14) 99849 9709; Joaciara Araújo (14) 99719 8810
E-mail: associacaoflordeliz@hotmail.com


CAÇAPAVA
Grupo de apoio a Adoção Gerados no Coração
Rua Eugenio Augusto de Oliveira, 80 Vila Santa Izabel
CEP: 12284-490 – Caçapava/SP
Tel.: (12) 99600 – 3077
Contato: Karina Fernanda Guizalberth


CACHOEIRA PAULISTA
Grupo de Apoio à Adoção “Laços do Coração”
Rua Marechal Deodoro, 59 – Centro
CEP: 12630-000 – Cachoeira Paulista /SP
Tel.: (12) 99223 – 4455
E-mail: soares.selmalemos@gmail.com
Contato: Selma L. Soares


CAJAMAR
Grupo de Apoio à Adoção Um Novo Olhar
Tel.: (11)98957-0987
Contato: Lílian
E-mail: gaa.cajamar@gmail.com / um.novoolhar@yahoo.com.br


CAMPINAS
Associação de Pais Adotivos de Campinas – APA
Rua Rafael de Rosa, 187, Jardim das Paineiras (Sede do Coral Pio XI)
CEP: 13092 – 391 – Campinas/SP
Tel.: (19) 2117.7952/ 98112.3455
Contato: Jolena Ventura E-mails: apacampinas@hotmail.com / jolenaventura@yahoo.com.br


CARAGUATATUBA
Grupo de Apoio à Adoção de Caraguatatuba
Rua Paschoal Paes de Araújo, 53, Martin de Sá
CEP 11662-090 – Caraguatatuba/SP
Tel.: (12) 99186 4077 / (12) 38823614
Contatos: Jane ou Eduardo


CARAPICUIBA
Grupo de Apoio à Adoção de Carapicuíba e Região – GAAC
Av. Fernanda, nº 75 – Centro
Tel.: (11) 96395-6559 / (11) 99809-6678
Contato: Janice Machado Vaqueiro
E-mail: janicevaqueiro@yahoo.com.br


CUBATÃO
Grupo de Apoio à Adoção de Cubatão Reunir
Av. das Américas, 521 – do Jardim Casqueiro (Centro de Convivência do Idoso)
CEP: 11533-010 – Cubatão /SP.
Tel.: (13) 3012-8930
Contato: Regina Salles
E-mail: adocaocubatao@hotmail.com


EMBU DAS ARTES
GAIA – Grupo de Apoio e Incentivo à Adoção de Embu das Artes
Local das reuniões: Rua Alexandre Kadunc, 238
CEP: 06833-000 – Embu das Artes/SP
Tel.: (11) 4787-3380 / 99700-0157
Contato: Fátima Rocha
E-mail: gaia.embudasartes@gmail.com / unidiversidades@hotmail.com


FRANCISCO MORATO
Grupo de Apoio à Adoção e Convivência Familiar – Pontes de Vida
Tel.: (11) 98477 1320 / (11) 99737 7679
Contatos: Maria Lúcia e Edilene
E-mail: edirodrigues33@hotmail.com


INDAIATUBA
Grupo de Apoio à Convivência Familiar e Comunitária – Projeto de Vida
Rua Ademar de Barros, 759 – Cidade Nova
CEP:13330 130 – Indaiatuba /SP.
Tel.: (19) 3834 4952/3875 6988
Contato: Elisa P. Branco
E-mail: abid.ssocial@hotmail.com


ITAPETININGA
Grupo de Apoio à Adoção de Itapetininga – GAADI
Av. Padre Brunetti, 1122, Vila Rio Branco
CEP 18200-000 – Itapetininga /SP.
Tel.: (15) 3271-9049 / 99785-1967
Contato: Ana Facco
E-mail: gaaditape@gmail.com


JACAREÍ
Grupo de Apoio à Adoção em Jacareí – AleGriAA
Rua Carlos de Campos, 447 – Pq. Itamaraty
CEP: 12307-430 – Jacareí /SP
Tel.: (12) 99722-8274
Contato: Sandra Cristina dos Santos
E-mail: alegriaajacarei@gmail.com / sandra.cristina2004@ig.com.br
Site: https://alegriaajacarei.wix.com/grupoalegriaajacarei


JAÚ e Região
Associação Grupo de Apoio para Cidade de Jau e Região
Rua 13 de Maio, 251 CEP:17201-420
Tel.: (14) 9709-7946 / (14) 3621-7645
Contato: Silvana Carraro ou Andreia Sotto
E-mail: grupoadocaojau@hotmail.com


JUNDIAÍ
Grupo de Apoio à Adoção Semente
Rua Dr. Cavalcanti, 296, Vila Arens CEP: 13201-003. Jundiaí/SP Tel.: (11) 94126-6161
Contato: Ana Maria Carrara
E-mail: contato@gaasemente.org.br
Facebook: GAA Semente
Site: www.gaasemente.org.br/


LENÇÓIS PAULISTA
Mãos Dadas – Grupo de Estudo e de Apoio à Adoção de Lençóis Paulista
Rua Pedro Natálio Lorenzetti, 950
CEP: 18682-010 – Lençóis Paulista/SP
Fone: (14) 99113 6615 / 3264-2058
Contato: Salete e Telma
E-mail: maosdadaslp@gmail.com


MAUÁ
Grupo de Apoio a Adoção Revelar
Praça Monsenhor Alexandre Venâncio Arminas, 01, Matriz
CEP: 09370-111, Mauá /SP
Contato: (11) 4544-9267 (fixo ONG)
Miriá- (11) 9 9881 99 44, Daniela (11) 9 9996-0515, Vaine (11) 9 8773-3434
E-mail: revelaradocao@gmail.com


MAIRIPORÃ
Acolher Mairiporã
Tel.: (11) 999769342 / 994872940 /46042334
Contato: Cecília Coimbra e Cristiane Ramos
E-mail: coimbrace@hotmail.com / csramos29@gmail.com
Site: www.projetoacolhermairipora.org.br


MOGI DAS CRUZES
Grupo de Apoio a Adoção Refúgio
Rua Manoel Clemente, 410, Vila Pomar
CEP: 08738-410 – Mogi das Cruzes/SP
Tel.: (11) 9956 2934
Contato: Clélia Zito
E-mail: gaar@gaar.org.br


OURINHOS
Grupo de Incentivo e Apoio à Adoção de Ourinhos – GIAARO
Av. Gastão Vidigal, 476
CEP 19901-010 – Ourinhos /SP.
Tel.: (14) 3324-3780 / (14) 3322-4206
Contato: Ivone E-mail: giaaro@hotmail.com / santivone@hotmail.com
Site: www.giaaro.org.br


PRAIA GRANDE
Grupo de Apoio à Adoção “Laços de Amor” – GAALA
Av. Mal. Mallet, 392, Forte
CEP 11700-400 – Praia Grande/SP.
Tel.: (13) 3016-6151 / ID: 44*10161 / (13) 98123-9862
Contato: Júlia
E-mail: gaala_praiagrande@hotmail.com / julialeal13@hotmail.com


PRESIDENTE PRUDENTE
Grupo de Apoio e Incentivo à Adoção de Presidente Prudente – GAAPP
Av. Juscelino Kubitschek de Oliveira, 3502, Jardim Maracanã
CEP 19026-655 -Presidente Prudente /SP.
Tel.: (18) 3906-2680
Contato: Marisa Maria de O. Masiero
E-mail: ladome@recriaprudente.org.br
Site: http://www.lardosmeninos.org.br/


RIBEIRÃO PRETO
Grupo de Apoio e Incentivo à Adoção de Ribeirão Preto Crescendo em Família – GAIARP
Rua Doutor Loyola, 533, sala 1, Vila Tibério
CEP 14050-070 – Ribeirão Preto /SP
Tel.:(16) 3635-0165 e (16) 3019-2084
Contato: Marcia Inês Peruchi, Anamaria Caviola
E-mail: crescendo_familia@yahoo.com.br
Site: www.crescendoemfamilia.org.br


RIO CLARO
Grupo de Apoio à Adoção de Rio Claro – ADOTE
Rua 1B, 125, Jardim São Paulo CEP: 13503-230- Rio Claro /SP.
Tel.: (19) 98122 7580
Contato: José Antonio Reich
E-mail: adocaorc@hotmail.com / adote@adote.org.br


SANTA BÁRBARA D’OESTE
Grupo de Apoio à Adoção de Santa Bárbara D’Oeste – ADOTE
Rua Zinco, 299 – Jd. Molón
CEP 134505-000 – Santa Bárbara D’Oeste/SP
Tel.: (19) 99479 0878 (19) 3455 4864 / (19) 3601 7574
Contatos: Flaviane e Célia – E-mail: celi_ges_19@hotmail.com


SANTO ANDRÉ
Grupo de Apoio à Adoção “Laços de Ternura” – Federação das Entidades Assistenciais de Santo André – FEASA
Rua Tamarutaca, 250, Vila Guiomar
CEP 09071-130 – Santo André/SP.
Tel.: (11) 4436-7477 / (11) 4472 4871 / (11) 99788-2105
Contatos: Maria Inês / Kelly Cristina / Shirley
E-mails: mariainesfeasa@terra.com.br / svdzwaan@ig.com.br


SANTOS
Grupo de Apoio à Adoção Direito de Recomeçar- GAADR
Av. Ana Costa, 277 – Educandário Anália Franco
CEP:11060-001– Santos/SP.
Tel.: (13) 3299-5415, 99171-5035
Contato: Elisabeth Rovai
E-mail: gaa.direito.de.recomecar@gmail.com/bethrovai@gmail.com


SÃO BERNARDO DO CAMPO
Grupo de Estudos e Apoio à Adoção de São Bernardo do Campo – GEAA-SBC
Rua Miguel Arco e Flecha, 41, Vila Euclides,
CEP 09725 500 – São Bernardo do Campo/SP
Tel.: (11) 4330.1878 / 4123.5613 Contato: Janaína, Tereza e Dolores
E-mail: geaasbc@gmail.com


SÃO CARLOS
Grupo de Apoio à Adoção de São Carlos – GAASC
Rua Luiz Barbosa de Campos, 350 – sala 05.
CEP: 13562-330 São Carlos/SP Tel.: (16) 3372-0636
Contato: Beatriz Tolentino
E-mail: gaasc@gaasc.org.br


SÃO JOSÉ DOS CAMPOS
Grupo de Apoio à Adoção de São José dos Campos – ALEGRAA
Rua Alexandre Porfírio da Silva, 149 – Parque Res. Flamboyant – 12227-789
CEP: 12227-789 São Jose dos Campos/SP
Contato: Sandra Cristina dos Santos (presidente)
Tel.: (12) 99722-8274 E-mail: alegraa_sjc@yahoo.com.br
Site: www.alegraa.com.br


SÃO PAULO
Projeto Acalanto/SP
Rua Madre Nineta Jonata, 126/128, Itaberaba
CEP 02831-020 – São Paulo/SP
Tel.: (11) 3976-1160
Contatos: Priscila (11)99154-2743 / Eunice (11)96370-0446 / Cynthia (11)94062-4004
E-mail: contato@projetoacalantosp.org.br


SÃO PAULO
Associação Projeto Acolher
Rua Jacatirão, 422 – Jd. Monte Alegre
CEP 04647-010 – São Paulo /SP
Tel.: (11) 2577-0238
Contato: Maria Beatriz Amado Sette
E-mail: projetoacolher@gmail.com
Site: www.projetoacolher.org.br


SÃO PAULO
Grupo de Apoio à Adoção São Paulo – GAASP
Rua Dr. Andrade Pertence, 110, cj. 52, Vila Olímpia
CEP:04549-020 – São Paulo/SP
Tel.: (11) 2994-2103
Contato: Roberto ou Regina
E-mail: gaasp@gaasp.org.br
Site: www.gaasp.org.br


SÃO PAULO
Projeto de Apoio a Adoção “Conta de Novo”
Rua Afonso Celso, 1.185 – Vila Mariana
CEP: São Paulo /SP Tel.: (11) 5679 7813 / (11) 99549 7007
Contato: Maria Jose Correa
E-mail: contadenovo@abcpovo.org.br / grupocontadenovo@gmail.com


SÃO PAULO
Boas Novas – Projeto de Apoio à Adoção
Rua Dr Francisco Pati, 40 Vila São Francisco – Escola do Futuro
Cep: 05352-090 – São Paulo/SP
Tel.: (11) 96438-6868
Contato: Eduardo Pires
E-mail: adoteboasnovas@gmail.com


SÃO VICENTE
Grupo de Apoio a Adoção “Maternizar”
Av. Antônio Emmerich, 605 – sala 02
CEP: 11.310-00 – São Vicente/SP
Tel.:(13) 98860-9345
Contato: Isabel Santos