# Close your Eyes and See

porEquipe Adocao Brasil

# Close your Eyes and See

Por: Ana Paula

INTRODUÇÃO

Essa é uma hastag, usada pelo fotógrafo Rafael Fontana, que em um momento de frustração em ver seus sonhos não realizados, ouviu essas palavras da sua esposa: “Feche os olhos e veja”.

Mais ou menos como deixar o rio seguir o seu fluxo, apesar de todas as barreiras que encontra pelo caminho. O rio não desiste, segue em frente!

E com isso em mente, surgiu a ideia para realizar este projeto fotográfico.

Poder contar como a vida de uma família é modificada, quando ela simplesmente fecha os olhos, deixa o amor nascer no coração e crescer na adoção.

No meu entendimento, adotar é isso… Fechar os olhos e se lançar em um universo cheio de burocracia e espera. Fechar os olhos e ver o amor (re)nascer , na família que adota assim como na criança que será adotada. Fechar os olhos… e deixar crescer a vontade de ser MÃE, não importando como se deu a origem.

Fechar os olhos… e ser paciente… muito paciente. Paciente com o sistema judiciário. Paciente com o tempo. Paciente com a ansiedade. Paciente com o novo, com um criança que ficou tempo demais institucionalizada.

Para elas não há muito tempo!

As vezes podemos pensar que para ser mãe, é preciso ter um barrigão, sentir enjoos e vontades por comidas um tanto quanto estranhas.

Mas não… ser mãe vai muito além de modificações biológicas

Ser MÃE é aquela estado de querer ser única e especial para todo o sempre na vida de um ser pequeno e já tão cheio de historia, que será ressignificado por essa nova família.

O PROJETO (sua origem)

Nasceu a partir de uma palestra, no ano de 2015, da fotógrafa americana de família Anna Brandt.

Ela contou que foi uma criança adotada e por isso não tinha nenhuma lembrança da sua infância, com os pais adotivos. Assim sendo, ela decidiu que iria fotografar famílias , para que todos tenham a chance de saber sobre sua origem.

Na época, essas palavras ficaram ecoando na minha cabeça.

Mas só depois de 2 anos , resolvi colocar pensamentos em ação.

OBJETIVO

Fotografar famílias (pretendentes) que estão em processo de adoção e as que já adotaram.

Para os pretendentes que estão em processo, o projeto visa fazer um registro de todo o processo de adoção, para que essa criança tenha sua nova história, seu renascimento documentado.

Nesse caso terá 3 etapas:

1. O ensaio de gestante do coração

Sim… é possível fazer um ensaio de gestante.

Afinal de contas, ela também está gerando um ser. Só que não do modo tradicional.

O ensaio tem inicio a partir do momento que os pretendentes recebem a sua HABILITAÇÃO.

OBS: Habilitação: quando os pretendentes já entregaram os documentos, passaram pela avaliação do setor técnico,estando tudo OK o juiz assina essa habitação, o que possibilita dar seguimento ao processo de adoção. { Ou seja.. é o nosso Positivo – no teste de gravidez !! }

2. Acompanhamento

Fotografar pelo menos um momento da visita dos pretendentes ao Abrigo, porque é quando as ALMAS se (re)encontram, pais e filhos.

3. Aconchego do Lar

A rotina da criança com sua nova família em seu novo lar.

CONCLUSÃO ( ?)

Humm… na verdade não tem uma conclusão.. não tem o THE END!!!

Afinal de contas… a história só está começando!

Um dia ouvi o seguinte : “A vida é feita de três coisas: caminho, o caminhante e o ato de caminhar.

Um caminho que existe, porém não é trilhado, não tem utilidade. Da mesma forma, caso exista o caminhante, mas não exista o caminho, o caminhante não saberá por onde caminhar.

Finalmente, caso exista caminho e caminhante, ainda sim, dependemos de uma terceiro elemento: o ato de caminhar”

Grata,

Rafael Fontana por permitir que usasse essa hastag como titulo desse meu primeiro projeto fotográfico

Ana Paula


Para mais informações, visite: http://www.anapaulasantosfotos.com.br/


Sobre o Autor

Equipe Adocao Brasil administrator

1 comment so far

Vera Lúcia Silva cunhaPostado em10:50 pm - ago 11, 2017

Quero muito adotar

Deixe uma resposta